PT
USD
Ajuda
Fazer login

Madrid

Entrada prioritária
Entrega instantânea
Entrada mais inteligente

Madrid, estilo local

Língua

Espanhol

Moeda

Euro (€)

Código de discagem

+34

Fuso horário

Hora Central Europeia (CET)

Transporte público

O coração de Madrid é pedonal para que possa apreciar o centro da cidade a pé. Porém, caso se sinta aventureiro e queira explorar mais além, os transportes públicos são uma parte essencial do seu plano. Na verdade, Madrid tem o segundo maior sistema de metro da Europa - Londres tem o maior (e mais antigo). A hora de ponta em Madrid (das 07:30 às 09:00) pode ser congestionada, tenha cuidado com os carteiristas em estações turísticas como Sol. Outra opção é o autocarro Hop-on, Hop-off, que circula numa rota central e noutra que vai até ao Bernabeu.

Bares de tapas

Madrid tem inúmeros bares de tapas fantásticos. O objetivo das tapas é comer um pouco de tudo, lubrificar com pequenos copos de vino ou cerveza e deixar que a conversa entre amigos flua. Encontrará a cultura moderna e gourmet no seu esplendor em locais como TriCiclo (Calle León 12), onde jovens chefes famosos utilizam ingredientes como glândulas de bacalhau e kumquats. Se apreciar mais uma vertente tradicional, Bodegas Ricla (Calle de los Cuchilleros 6) pode ser o local ideal. É um negócio familiar desde 1867 e isso nota-se certamente. Os callos a la madrileña fumados (tripas) são um destaque.

Vida noturna

A vida noturna de Madrid é lendária, e por um bom motivo: os madrilenos levantam-se ao meio dia e jantam às 22:00. Este é um horário ideal para festas pela noite dentro. Ajuste o seu horário em conformidade. Se jantar tapas por volta das 22:00, poderá ir para uma festa quando a noite estiver entre o início e o meio. Ao andar pelas ruas, passará por bares e bodegas, cada um com a sua própria energia e o seu próprio estilo. Um será o ideal. E se estiver pronto para mais, Madrid (sem surpreender) tem também a sua cota de discotecas.

Tiqets recomenda

Estádio Santiago de Bernabéu

Os norte-americanos não percebem bem, mas o futebol é algo quase-religioso para vastas áreas da população do mundo. As pessoas vêem nele poesia, geometria e génio, bem como vilania e deceção de esmagamento de alma. Muitos chamam-no de "jogo bonito". O Estádio Santiago Bernabéu é um verdadeiro templo do jogo do mundo. Por setenta anos já recebeu os aristocratas originais do futebol europeu, Real Madrid e os muitos grandes nomes que vestiram a camisola branca imperial. Jogadores como Puskas, Di Stefano, Zidane e dois Ronaldos. A sua sala de troféus está repleta de campeonatos espanhóis e europeus (eles têm a mesa de honra em ambos). A Itália ganhou o Campeonato do Mundo lá em 1982. Arquitetonicamente, o estádio é um triunfo total: acomoda 85 000 adeptos fervorosos com ângulos de visão surpreendentes. Mas mais do que tudo isso, o estádio é o repositório de esperanças, sonhos de uma cidade e desejo de glória e dá-lhe uma sensação da paixão que o desporto evoca em adeptos de todo o mundo.

Mercados

Madrid é uma cidade para gourmets e gourmands. As tapas são a atração óbvia, é claro, e você vai encontrar muitas estrelas Michelin nas suas ruas charmosas. Mas a sua tarifa mais humilde é igualmente digna de estrelas; o mercado de alimentos é um grande elemento no panorama gastronómico de Madrid. Passeie, aprecie as barracas e dê por si a interagir com a comida de uma forma mais tátil e interativa do que em qualquer restaurante. E, finalmente, comprometa-se com prato cozinhado diante dos seus olhos e acompanhe-o com um copo de Rioja. Existem mercados antigos que foram renovados com um toque moderno, e preços a combinar: como o Mercado de San Miguel ao lado da Plaza Mayor. Possui uma grande atmosfera e iguarias como cava, ostras, chocolate e ouriços do mar recheados. Um mercado que manteve a sua sensação quotidiana é o Mercado de Maravillas, que é o maior mercado municipal da Europa. Ele tem mais de 200 barracas com as mais frescas frutas e verduras, bem como especialidades regionais de toda a Espanha e além.

A Vida Aquática

Madrid está situada no interior de um planalto de 650 metros. Aqui não existem praias - mesmo assim, os Madrileños viajam para a água todos os verões. Especificamente, para mais de 20 enormes piscinas comunitárias. Elas estão muito bem mantidas e, geralmente, fazem parte de um extenso parque. Nós não estamos a falar apenas de um refúgio aquático, mas sim de um dia bom ao ar livre onde pode jogar à bola, desfrutar de um piquenique, e, em seguida, mergulhar na piscina. As piscinas são gigantes e lotadas, mas isso faz parte do charme - fazendo com que se sinta parte da cidade. A do Parque Deportivo Puerta del Hierro é enorme com os seus 130 metros de comprimento, e isso dá-lhe uma noção do quão a sério os banhos de verão são levados aqui. A mais central Casa de Campo possui três piscinas, incluindo uma olímpica. Por isso, coloque o protetor solar e, de seguida, fique lado a lado com pessoas com um bronze bem melhor que o seu. E depois, mergulhe.

Museu Triumvirato

No centro de Madrid há uma trindade sagrada de museus que individualmente impressionantes, mas juntos seriam a inveja de qualquer outra cidade do mundo. E mais: eles estão a uma distância de 15 minutos uns dos outros. Agora, visitar os três num só dia pode provocar-lhe uma SM (sobrecarga de museus), mas é reconfortante que estejam todos juntos. O gigantesco Prado faz parte dos melhores museus do mundo e é a atração mais visitada de Madrid. La Reina Sofía é o museu espanhol de arte do século XX e a casa de Guernica, a obra mais famosa de Picasso. Miró e Dalí também estão bem representados na coleção. O Thyssen-Bornemisza foi outrora a maior colecção de arte privada do mundo, e foi comprado pelo governo espanhol na década de 90. Possui uma coleção eclética de obras de muitas escolas e épocas diferentes, desde o século XIII até obras contemporâneas.