PT
USD
Ajuda
Fazer login

Nova Iorque

Entrada prioritária
Entrega instantânea
Entrada mais inteligente

Visite Nova Iorque da forma certa

Língua

Inglês

Moeda

Dólar ($)

Código de discagem

+1 (o código da área é 212)

Fuso horário

Eastern Standard Time (EST)

Estado de espirito

Não só a cidade por excelência dos EUA, Nova Iorque é a cidade do mundo. Quando as pessoas pensam numa brilhante e dinâmica metrópole, Nova Iorque é normalmente o que eles imaginam. Desde a baixa até ao glamour da zona alta, pode encontrar aqui quase tudo o que deseja. Nova Iorque tem tudo. Êxitos da Broadway e bares de cocktail em arranha-céus. Clubes de comédia improvisados em caves e bares de mergulho (sim, eles existem aqui!). Tudo o que quiser de uma cidade, a Grande Maçã tem mais (e mais variedades) do que imagina. Como Alicia Keys disse: There's nothin' you can't do/ Now you're in New York.

Como deslocar-se

O metro e o táxi são as duas melhores opções para se deslocar em Nova Iorque. Também existe uma enorme rede de autocarros, mas não é tão intuitiva como ler um map do metro. Além disso, há um certo prazer em dominar a linguagem do metro como "Take the Uptown 1, 2 or 3 trains to the cross-town Q". Descubra algumas rotas e sentir-se-á como um verdadeiro New Yoikah. Uma viagem simples no metro custa 3 dólares - ou se planeia andar de metro muitas vezes, compre um passe ilimitado semanal por 31,50 dólares. Os famosos táxis amarelos não precisam de preparação: basta assobiar ou gritar "TAXI!".

Comida de rua

Há um amor enorme por carrinhas de comida e bancas de comida com floreados hipsters. Nova Iorque não é exceção; exceto o facto de ter, provavelmente, as melhores. Como rolinhos de lagosta, langos (pizza húngara) e burritos de peixe em tempura. Tem mesmo de experimentar estas versões chiques, mas não se esqueça: NYC tem comida de rua bem antes de se ter tornado uma tendência. Por isso, enquanto estiver na Grande Maçã, experimente os dois originais: o cachorro quente e os carrinhos halal. Compre um cachorro ou um recipient em esferovite cheio de arroz e frango, shwarma ou falafel, e vá comer para um banco de um parque. Já não está a visitar, você chegou!

Tiqets recomenda

Whitney Museum

Construído em 1931 pelo filantropo Gertrude Vanderbilt Whitney, o museu homônimo continua forte. Tem pinturas, esculturas, desenhos, vídeos, fotografia e novas mídias. Andy Warhol é provavelmente o mais conhecido entre os artistas exibidos, mas a coleção inclui outros titãs do século XX. Ele detém bandeiras americanas de Jasper Johns, flores alargadas por Georgia O’Keefe e pinturas de minúcias quotidianas por Edward Hopper. Estas obras, e toda a coleção, oferecem informações sobre a psique americana. Em 2015, The Whitney mudou-se para um novo edifício na baixa, projetado pelo famoso arquiteto Renzo Piano. Ele agora não só tem mais espaço do que alguma vez para apresentar a sua enorme coleção de arte, mas também oferece fantásticas vistas de Nova Iorque, cidade onde os sonhos americanos são feitos e destruídos.

Central Park

É como o quintal de Nova Iorque - exceto no coração da cidade. Com base na sua experiência de ver filmes como Hannah E As Suas Irmãs, Boneca de Luxo e Wall Street, pode pensar que o conhece. Mas tem ideia de como ele é grande? São 51 quarteirões de comprimento, e muitas avenidas amplas. E dentro desta extensão existem muitos mundos. Pode vir aqui em dias seguidos e fazer coisas completamente diferentes. Apanhe banhos de sol sobre a relva, corra ou a ande de patins, ou visite um zoo. Existe aqui uma floresta ótima para a observação de aves (alguns residentes de penas recusam visitar outras partes de Nova Iorque). Tem também numerosas lagoas, o Castelo de Belvedere, um tratro de verão por Shakespeare e … muito mais. Em suma, o Central Park é tão variado como a própria cidade, portanto, precisa de tempo para ser explorado

Baixa de Manhattan

É um pouco complicado descrever a Baixa de Manhattan como invulgar, mas numa cidade que é aparentemente onipresente através da cultura pop, esta parte de Manhattan tem, provavelmente, o melhor estilo disso. As ruas aqui não são em grelha, mas têm o ângulo e a curvatura natural de uma velha cidade europeia e dos prédios tendem a ser de uma vertente mais velha também. Também tem vistas para o porto e a única coisa que pode rivalizar com o poder desta cidade é o âmbito do oceano. A área é o lar dos bairros étnicos de Little Italy e Chinatown e também alberga a mais americana das instituições: Wall Street. É uma enorme e variada área para explorar e o que espera por si na ponta da ilha é própria Lady Liberty. Senta-se e observe. É uma forma fantástica de passar um minuto em Nova Iorque.

O MET

O MET é um titã da arte mundial. É o maior museu dos Estados Unidos e em cada pormenor equivalente a instituições mundiais como o Prado em Madrid, o Louvre em Paris e a Galeria Uffizi em Florença. Dentro destas paredes sagradas estão dois milhões de obras de arte (não, isto não é um erro). A arte aqui é dividida em 17 áreas que cobrem a maior parte da história humana. Vai encontrar arte da maior parte das culturas do mundo (Egito, Islâmica, Europeia, para citar apenas alguns) e exposições de armas e armaduras, fotografias, instrumentos musicais e roupas. Não conseguirá ver todo o Met num único dia, nem tente. Concentre-se nas áreas que realmente aprecia ou então adote uma abordagem zen para o Met: simplesmente explore-o (e também mundo) num estado de aceitação e de admiração infantil.