PT
USD
Ajuda
Fazer login

Londres

Entrada prioritária
Entrega instantânea
Entrada mais inteligente

Um caso Real

Língua

Inglês

Moeda

Libra (£)

Código de discagem

+44

Fuso horário

Greenwich Mean Time (GMT)

Transportes Públicos

Londres é uma complicada teia de metros, comboios e autocarros. Está tudo muito bem conectado, mas chegar de um lado ao outro da cidade pode demorar muito tempo (e possivelmente implicar algumas mudanças de linhas de transporte. A chave para o sucesso é agrupar as suas atividades na mesma zona geográfica, para que não precise de voltar a uma zona que já visitou. Também é uma boa ideia investir num Oyster Card ou um bilhete diário. Se comprar bilhetes sempre que entrar num autocarro ou metro, as suas libras vão desaparecer a um ritmo deprimente.

Um caso Real

Como todos sabemos, não há nada mais britânico do que a família Real britânica! Sua Majestade a rainha Isabel e companhia têm feito do Palácio de Buckingham a sua casa ao longo dos séculos e a capital do Reino Unido está repleta de monumentos dedicados à monarquia majestosa. Agora poderá seguir as pisadas dos reis e rainhas da dinastia Tudor no Hampton Court e no Palácio de Kensington e, inclusivamente, conhecer os estábulos em funcionamento desta família antes de se deslumbrar pelo requinte das verdadeiras jóias da coroa na icónica Torre de Londres.

Tempo

Londres é famosa pelo seu nevoeiro - até inspirou o nome da marca de casacos London Fog (nevoeiro de Londres). Porém, entre março e outubro o clima pode ser bastante quente. É nessa altura que os londrinos se reúnem em varandas e em parques. O inverno pode ser frio e, especialmente, húmido. Além de um casaco quente, cachecol, luvas e gorro, traga também calçado à prova de água. Ou, melhor ainda, botas. Obviamente, o clima pode mudar rapidamente em qualquer altura do ano, por isso, mesmo que esteja um dia ameno e primaveril, é uma boa ideia trazer uma camisola ou um casaco leve consigo.

Tiqets recomenda

Museus

No dia 2 de dezembro de 2001, o Governo Britânico deixou de cobrar entrada em muitos dos melhores museus e galerias da Grã-Bretanha. Qualquer turista em Londres deve aproveitar a oportunidade de visitar o maior número possível de museus. O Museu Britânico está repleto de arte e artefatos fantásticos - incluindo a original Pedra de Roseta que permitiu que os investigadores quebrassem o código de hieróglifos egípcios. O Museu de História Natural contém cerca de 70 milhões de plantas, animais, fósseis, rochas e minerais. Além disso a Tate Gallery e o Tate Modern são sempre um deleite.

Cidade do Desporto

Para os viajantes desportistas, a cidade de Londres está a pulsar com imperdíveis atrações atléticas, independentemente da equipa que apoiem. Naturalmente, os amantes do futebol estão bem servidos com o estádio de Stamford Bridge do Chelsea, o estádio Emirates do Arsenal e o histórico estádio de Wembley, todos com tours guiados especiais e curiosidades nos bastidores mas o Kia Oval é também uma excelente introdução ao mais famoso desporto britânico: o críquete. O Estádio Olímpico de 2012 está agora aberto ao público, abrigando uma variedade de atrações interessantes – como o escorrega de ArcelorMittal de fazer virar as entranhas.

West End

New York tem a Broadway, Londres tem o West End, e … bem, não há um terceiro lugar; Londres é um dos dois melhores locais do mundo para ver teatro (ou como os londrinos diriam: "thee-ah-tre"). Os destaques incluem o sempre atual O Rei Leão (com mais de 20 anos e sempre a somar), o premiado Matilda e o polémico (embora emocionante) Book of Mormon. A maioria dos restaurantes no Theatre District têm um "menu pré-espetáculo", concebido poder apreciar a sua refeição e chegar ao teatro a tempo do cair do pano.

Torre de Londres

A Torre de Londres já esteve no centro das lutas pelo poder real durante quase mil anos. O poder que ela tem é tão grande que existem seis corvos que guardam a torre constantemente. Diz a lenda que se não conseguirem manter a sua vigia, o reino (o Reino Unido) cairá. E esta é só uma das fascinantes lendas fatalistas associadas a este local. O que mais se poderia esperar de um lugar que é assombrado por (entre outros) Henrique VI, Ana Bolena e um urso polar?