Atrações em Cancún

Entrada prioritária
Entrega instantânea
Entrada mais inteligente

Atividades populares em Cancún

Cidades populares em México

Explore todos os destinos

Programe sua visita a Cancún

Língua

Espanhol

Moeda

Peso mexicano (Mex$)

Código de discagem

+52-998

Fuso horário

Eastern Standard Time (EST)

Clima e quando ir

O México é muito mais do que festas e hotéis de luxo. A apenas uma curta distância de carro de Cancún existem inúmeras maravilhas arqueológicas, florestas luxuriantes e praias de cortar a respiração. A melhor altura para ir é do final de dezembro a meio de março. É um pouco mais movimentado, é certo, mas é quando o clima é melhor. De meio de março ao início de abril, as praias e os tours enchem-se de estudantes de férias. Depois dessa época, ao longo do outono, encontrará hotéis e voos mais baratos mas fica aqui o aviso: os verões em Cancún são quentes e pegajosos e o outono traz consigo trovoadas.

Comida e bebida

Dos tacos aos burritos, às escaldantes fajitas e, claro, às margaritas, satisfação é a palavra de ordem. Para a melhor comida local, vá até às bancas de mercado onde os cozinheiros de rua lhe irão preparar as suas receitas de família por apenas uma porção do preço que paga nas armadilhas turísticas. A zona de hotéis de Cancún oferece excelentes opções, mas vá até ao centro para as melhores experiências gastronómicas da cidade. Farto de queijo e de acompanhamentos fritos? Aqui encontrará cozinha moderna italiana, asiática, francesa, frutos do mar e muito mais.

História e mistério

Existem provas do misterioso povo maia por toda Cancún e, se anda à procura de uma dose de cultura, aqui há milhares de anos para explorar! Suba às várias estruturas em ruínas e depois apanhe uns banhos de sol numa das melhores praias públicas em frente a El Ray, uma das ruínas maias menos conhecidas do país. A Chichen Itzá é uma eterna favorita e El Castillo, uma das Sete Maravilhas do Mundo. À procura de tranquilidade? A poucas horas a oeste de Cancún fica Ek Balam, uma maravilha maia nas selvas do Iucatão.

O que fazer durante 3 dias em Cancún

Um mundo de pura imaginação

Nem o Willy Wonka consegue competir com o Xenses Park, que promete atrações, ilusões e, inclusivamente, um lamaçal escorregadio para deslizar. Tanto miúdos como graúdos irão divertir-se neste local especial, recheado de toda a diversão e adrenalina imagináveis. Dê um mergulho nas lagoas cintilantes, desafie as leis da física na aldeia mexicana de dar a volta à cabeça, passeie pelo Jardim do Éden e cubra-se de lama para desintoxicar de todas "aquelas" margaritas. A forma menos imaculada que conhecemos de se sentir saudável.

A vida é uma praia

Relaxar na praia é algo imperdível no México. Por isso, enquanto aqui está, apanhe banhos de sol, areia e mar com fartura! Mas lembre-se, aqui as correntes são tão fortes quanto o sol, por isso não poupe no protetor solar e nade apenas nas zonas seguras. Puerto Morelos é uma vila piscatória tranquila a 30 minutos a sul de Cancún com um ritmo mais calmo e uma "vibe" de cidade pequena. Na Playa Chac Mool, poderá alugar equipamento para desportos aquáticos e a Playa Forum é uma praia bonita e vibrante com comida e entretenimento por toda a parte.

Acelere pela selva

Se já estiver cansado de praia, aventure-se noutra atividade! Prepare-se para uma aventura acelerada de snorkeling pelos luxuriantes mangais da Lagoa Nichupté! Esta aventura selvagem vai permitir-lhe conduzir a sua própria lancha para duas pessoas por Punta Nizuc antes de se equipar para um mergulho de snorkeling pelo segundo maior recife de coral do mundo (só atrás da Grande Barreira de Coral). Não vai poder apanhar os peixes em si mas, do seu barco, vai poder ver todas as raias que quiser.

Visite um museu subaquático

É isso mesmo: um museu debaixo de água! O Museu Subaquático de Cancún, também conhecido como MUSA (Museo Subacuatico de Arte), criou um fascinante mundo de vida marinha em coexistência com esculturas feitas pelo homem para se sobressair nas águas cristalinas. Mergulhe com snorkel durante 30 minutos e aproxime-se de carros, casas afundadas e até de pessoas com as cabeças enterradas na areia (não é uma metáfora). E tudo feito com materiais que ajudam a desenvolver a vida marinha.